• Não saia de casa para curtir o carnaval sem antes colocar a pulseira de identificação no seu filho

    Todo cuidado é pouco...

    Fique atento... todo cuidado é pouco

    Cuidado que devemos ter com o nosso bem mais precioso nesse carnaval

    - Pulseira de identificação para o carnaval, praia, shopping, etc...

    - É importante colocar pulseira de identificação nas crianças, com nome do filho, nome dos pais, endereço e telefones para contato. Caso não seja possível fazer a pulseira, é possível improvisar costurando o papel com as informações na roupa da criança. Mostre a identificação para ela e explique do que se trata, assim, ela mostrará a quem encontrá-la.

    – Nunca deixe as crianças sozinhas.

    – Converse com as crianças e combine um ponto de referência no caso de elas se perderem.

    – Quando as crianças forem brincar no mar, faça marcações na areia, do local onde está (do guarda-sol ou da barraca, por exemplo) até o mar.

    – Se perder a criança, procure deixar um familiar no local em que você estava. A criança vai tentar voltar a esse local e se todos saírem para procurá-la, o reencontro será dificultado.

    – Em caso de desaparecimento, ligue para o 190 da PM ou procure um policial ou bombeiro.

    – Se encontrar uma criança perdida, ligue para o 190 e leve-a para o posto da PM ou do Corpo de Bombeiros mais próximo.

    – Converse com a criança que está perdida. Pergunte o nome e tente descobrir algumas informações úteis, como o nome dos pais ou responsáveis, onde ela se perdeu, o telefone (preferencialmente celular) dos responsáveis. Repasse todas essas informações para a autoridade que irá atender a ocorrência.

    Segue outras dicas eficazes para colocar em prática

    Se você não quer correr o risco de passar por situações como essas, pode apelar para algumas práticas bastante eficientes quando estiverem em locais cheios de gente, como parques, praias, shoppings, estações, aeroportos, estádios, excursões, viagens e tantos outros. Veja só:

    1. Marque um PONTO DE ENCONTRO

    Combine sempre onde será o ponto de encontro de vocês caso aconteça algo - faça isso logo no começo do passeio. É importante que seja um local de fácil acesso e boa visibilidade e, se possível, deslocado da grande movimentação. Sempre confirme para ver se todos ainda se lembram onde é o ponto combinado.

    Onde é eficaz: todos os lugares com deslocamento limitado, como shoppings, praias, parques, estádios, inclusive em passeios e trilhas quando o grupo voltará ao ponto de origem ou ao meio de transporte (ônibus, barco,etc.). Aliás, o ponto de saída pode ser definido como local de encontro.

    2. Adote uma ETIQUETA

    Uma opção caseira simples é escrever o nome da criança, dos pais e os telefones para contato em etiquetas e grudá-las em locais visíveis no filho e em seus pertences. Uma variante dessa idéia é fazer um crachá que fique preso na roupa ou pendurado no pescoço.

    Onde é eficaz: recomendada para locais fechados com maior controle de segurança, como shoppings, grandes lojas e museus. Também pode ser utilizada durante viagens. Evite a medida em lugares com água, pois a criança pode se molhar e o adesivo, se soltar.

    3. Use PULSEIRINHA

    Quase a mesma função da etiqueta, porém, feita sob encomenda através de vendas especializadas, que confeccionam a pulseira com os dados da criança em material colorido e resistente à água. Outra vantagem é que é bem mais difícil de ser arrancada pelos pequenos.

    Onde é eficaz: pode ser usada em lugares abertos, como praias e parques de diversão, em que as crianças farão muitas atividades e entrarão em contato com água, pois a pulseirinha dura por muito tempo.

    4. Escolha ROUPA CHAMATIVA

    Vestir as crianças com cores claras ou que as destaquem na multidão é uma ideia que facilita na hora de localizá-las. Também ajuda para que outras pessoas reparem no seu filho, caso seja preciso perguntar se alguém o viu andando perdido.

    Onde é eficaz: em lugares amplos e cheios de gente, como parques de diversão, estações de trem e metrô ou aeroportos. A blogueira Priscilla Perlatti ensina a fazer camisetas customizadas para ajudar na identificação dos pequenos em lugares de grande movimento.

    5. Recorra ao APITO

    Colocar um apito em um cordão pendurado no pescoço é uma ideia simples, mas que pode dar certo dependendo da ocasião e da distância que a criança se encontra dos pais.

    Onde é eficaz: a medida é mais recomendada para situações de trilha na floresta ou locais em que o som poderá se propaga sem muita interferência.

    6. Use um LOCALIZADOR GPS

    Já existe mais de um modelo de localizador específico para monitoramento de crianças. Seu filho fica com o GPS em forma de relógio ou pulseira, preso no corpo ou na roupa, e você recebe a informação de onde ele se encontra por um site na internet ou por aplicativo no celular.

    Onde é eficaz: em qualquer lugar, desde que você tenha acesso imediato à internet e possa consultar as informações enviadas pelo aparelho a qualquer momento.

    7. CELULAR, RÁDIO e WALKIE-TALKIE

    Crianças um pouco mais velhas, com mais de 10 anos, saberão utilizar o aparelho para se comunicarem com os pais em caso de desencontros. A medida pode ser provisória e adotada apenas em situações específicas se os pais acharem que ainda não está na hora dos filhos terem um aparelho próprio.

    Onde pode funcionar: mais recomendados para ambiente internos e de passeio controlado, sem envolver grandes atividades físicas, como os shoppings. Isso evita que a criança perca o aparelho por descuido.


Pesquisar no Site

Links de Acesso

Acesso Restrito

Curta nossa Página do Facebook

Manual do Aluno

Calendário

Parceiros

Corpo Brasi - Empresa lider em vendas de suplemento alimentarl

Climatempo

Notícias sobre a educação

Veja Como Chegar na Escola

Copyright © 2013 Escola Crescer Rj – Da Educação Infantil ao Ensino Fundamental Tel:(21) 3765-8677
E-mail: diretoria@escolacrescer-rj.com.br